A importância do seguro viagem na hora de imprevistos

( 29/01/2019 )

 

Um dos maiores DJs do mundo, o brasileiro Alok esteve nas manchetes duas vezes nas últimas semanas. A primeira foi pelo seu belíssimo casamento, realizado aos pés do Cristo Redentor, ao nascer do sol. A segunda por um motivo bem menos feliz: durante sua lua de mel, o ícone da música eletrônica se acidentou enquanto praticava wakeboard nas Ilhas Maldivas e acabou tendo que engessar o pé.

O acontecimento serve como alerta para quem ainda não contrata um seguro viagem antes das férias: imprevistos acontecem a qualquer hora, em qualquer lugar e com qualquer pessoa. Mesmo num momento mágico, como uma lua de mel tão sonhada e planejada nos mínimos detalhes.

“Um viajante sem seguro numa situação como a do DJ enfrentaria diversos desafios. O primeiro seria encontrar um bom hospital próximo”, comenta Luiz Gustavo da Costa, CEO da APRIL Brasil Seguro Viagem. “O segundo seria a comunicação. Quem não fala outra língua além do português passaria por maus bocados em alguns hospitais públicos do exterior. Por fim, há o preço deste atendimento, que pode ser uma verdadeira fortuna, ainda mais em países com moeda altamente valorizada, como dólar ou euro”, explica o executivo.

Viajando com um seguro da APRIL Brasil, além de ter a cobertura para despesas médicas e hospitalares, o turista também conta com uma assistência 24 horas que, em casos de emergência, pode levar um médico até o passageiro ou indicar o melhor hospital para que ele mesmo se dirija até lá, sempre tendo em vista qual a situação do segurado. “Alok, por exemplo, precisava ir a um hospital que contasse com um bom pronto-socorro ortopédico”, completa Luiz Gustavo.

 

Além do valor da cobertura, é importante que o viajante observe o que ela inclui. O DJ se machucou enquanto praticava wakeboard, e há muitas empresas de seguro viagem que excluem esse tipo de atividade de suas coberturas, não garantindo atendimento em caso de acidentes decorridos delas. “Todos os planos da APRIL Brasil Seguro Viagem incluem cobertura para esportes, pois queremos que nossos clientes desfrutem ao máximo de suas férias”, afirma o CEO. “Qualquer pessoa em uma situação como a de Alok estaria muito bem protegida com nosso plano Max 250, por exemplo, que garante assistência médica de até U$250 mil”, finaliza Luiz Gustavo.

Fonte: cqcs.com.br